Make your own free website on Tripod.com


Menu

»News
»Webmaster
»Contato
»
fan-area
»
Multimidia
»trabalhe aqui


»Wallpaper
»Imagens
»gifs
»
musica
»
episodios
»games
»
manga
»download
»video


»Dragon Ball
»Dragon Ball Z
»Dragon Ball GT
»Digimon
»Digimon 02
»Digimon Tamers
»Evangelion
»Lodoss War
»Shurato
»SCC
»Gundam
»Slayers
»Monster Rancher
»Tenchi Muyo
»Samurai X
»Oh! My Goddess
»Pokémon
»Yu Yu Hakusho
»El Hazard
»Hunter x Hunter
»Ranma ½
»Bublegun Crisis
»SM J
»SM J to X
»Sakura Wars
»Yu-Gi-Oh!
»Blue Seed
»Burn-up
»CDZ
»Rayeart
»Zillion


»Lodoss War
»Digimon
»Hunter Hunter
»Sakura Card Captor
»Evangelion
»Pokemon
»sYuYu Hakushos
»Tenchi Muyo
»El Hazard
»Monster Rancher




Rurouni Kenshin (Samurai X)

RUROUNI KENSHIN acontece na Era Meiji, que começou em 1868. Foi um tempo de grandes mudanças e incertezas para o Japão. Os eventos políticos e econômicos da época interferem numa parte importante na história KENSHIN. Durante o décimo primeiro ano da Era Meiji (1878), um espadachim vagabundo é encontrado perambulando nas ruas de Tokyo. Um homem estranho, que leva uma espada com o corte do lado inverso e tem uma cicatriz em forma de X em seu rosto. E que só quer que o deixem sozinho...

Contudo, uma menina chamada Kamiya Kaoru o acusa de ser o lendário Hitokiri Battousai. E pensa que este homem está assassinando pessoas em nome da academia dela. Quando ele a salva do verdadeiro assassino, ela o convida para ficar na sua "dojo"(casa e academia de artes marciais de Kaoru), desde então ele obviamente não tem outro lugar para ir. Este é o início da história de Himura Kenshin. Antes da Restauração Meiji, Himura Kenshin foi conhecido como Hitokiri ( Assassino) Battousai. Ele era o assassino superior do grupo reformista Ishin Shishi. Contudo, quando o governo velho foi destruído e a luta tinha chegado ao fim, Hitokiri Battousai havia desaparecido. Kenshin perambulou na zona rural por quase onze anos. O mundo presumiu que ele estivese perdido ou morto. Quando Kenshin encontra Kaoru, ele não é mais o grande Hitokiri Battousai. Sua espada não é uma espada normal, e sim uma espada com o gume inverso, significando que ele não pode matar ninguém com sua espada, mas ele pode se defender. Kenshin é um homem quem está tentando escapar de seu passado, e cria um futuro por si mesmo. Com a ajuda de Kaoru e os outros que encontra, ele pode ter uma chance.

O Kamiya Doujo. A casa de Kaoru torna-se um porto na série. Após a chegada de Kenshin, ele e Kaoru acabam ajudando um menino chamado Myojin Yahiko. Yahiko foi inserido no serviço do bando de ladrões locais em questão de pagar uma dívida. Kenshin aparece e o salva, ganhando a admiração do menino. Yahiko, diz então que quer ser como Kenshin, mas este lhe responde que não esta interessado em ensinanar nínguem a matar e diz a ele que Kaoru devia ser sua professora. Relutante, ele concorda. Sanosuke entra nesta história de um modo mais calmo. Incrivelmente forte, Sanosuke usa a espada do gigante Zanba, que originalmente foi projetada para ser usada por cavaleiros. A espada mostra-se muito pesada e difídil de ser usada, mas a força de Sanosuke o habilita ausá-la como uma espada normal. Quando ele surra alguns bêbados no restaurante local, ele prende a atenção de várias pessoas. Sanosuke desafia Kenshin, mas este recusa. Enquanto isso, um dos homens do restaurante o contrata para matar Kenshin. Após várias partidas de luta, Kenshin vence, e Sanosuke diz a ele que ele vai estar de olho e ver se ele realmente vai proteger aqueles que cuida. Com o tempo, o dois vão se tornando amigos.

O membro final da "família" é Megumi. Uma doutora jovem e promissora, que estranhamente esta trabalhando para um outro doutor que está provendo ópio para o senhor do crime local. Quando o doutor é morto, o Senhor do Crime leva Megumi prisioneira, pois ela também sabe como fazer a droga. Finalmente, Kenshin a livra de seu emprego forçado e ela se torna a doutora da vizinhança, provendo ajuda médica não só a Kenshin mas todas as pessoas que vivem na área. Através do tempo, o relacionamento dos personagens se desenvolve e se aprofunda. Existem leves diferenças mas não tantas que não deixem um sutil romance a ponto de florescer. Mas as relações entre que os personagens vão se firmando na Kamiya Dojo e os faz parecer muito uma família. Eles são um grupo de almas perdidas que acham seu lugar em um mundo cheio de problemas.

O fim do Shogunato Tokugawa. Antes da Restauração Meiji, que deu ascensão para a Era Meiji, o Japão tinha sido regido pelo Shogun por mais de dois séculos. Após a Batalha de Sekigahara, realizada em 1600, Tokugawa Ieyasu unificou o Japão e se declarou Shogun, a "régua da nação". O Imperador foi retido, e sua força e status eram meramente simbólicos. O sistema governamental Tokugawa instalado era essencialmente uma manta existente sobre o governo local. Senhores locais, chamados daimyos, podiam agir como quisessem. Por longo tempo eles agiam conforme as políticas do Shogunato. Este sistema "solto" de governo obviamente não era ideal, e após dois séculos, a fundação do Shogunato tinha se tornado instável. No começo do período Tokugawa (1600-1858), existiam essencialmente três classes na hierarquia do Japão: Nobres, Samurais, e camponeses. Os nobres fazem as regras, os samurais as fazem valer, e os camponeses as seguem. Mas, os camponeses também foram responsáveis pela grande produção de comida para alimentar as três classes. Impostos eram pagos em arroz, e dos impostos pagos para o daimyo local, ele tirava uma parte para o samurai que estava sob seu comando. Era uma econômia agrária frágil que só podia resistir até aí. Mais tarde ainda no período Tokugawa vem a ascensão da "Quarta classe, " os negociantes. Os negociantes ficavam de olho porque eles não contribuíram nem produziram nada, apenas ganhavam dinheiro por fora com o trabalho de outros. Contudo, apesar do desdém das outras classes, os negociantes tinham produtos que estavam na demanda. E este aumento de demanda conduzia um aumento na moeda corrente. Os daimyo começaram coletando impostos anos antes, na tentativa de reter um saldo positivo de dinheiro, mas no fim, esta estratégia não foi bem sucedida. E os atingidos mais seriamente por tudo isto foram os Samurais. Desde então eles só tiveram uma renda fixa para viver, e freqüentemente se encontravam endividados com os negociantes, e isto naturalmente enfraqueceu sua posição.

Então quando Commodore Perry navegou na Baía de Tokyo e exigiu que o Japão abrisse relações de negócio, o Japão tinha camponeses muito infelizes, uma individada e quase impotente classe samurai, e um governo que mal podia sustentar seu próprio peso. Os negociantes eram os que silenciosamente seguravam a força. Por fim, o governo sabia que não podiam recusar os Estados Unidos.

A Restauração meiji. Muitos discutem se foi verdaderiramente este ato que incitou o início da revolução. As pessoas viam seu governo como um governo fraco, então eles não recusaram os EUA. Já outros tiveram medo que contato com o exterior tivesse resultados desastrosos. O movimento Ishin nasceu destas preocupações, e quis trazer de volta mais do " refinado " tempo passado do Japão. Seu lema era " Sonno Joi " ( " Reverencie o Imperador e expulse os 'barbaros'! "), e era o que eles planejaram fazer.

Mas eles só conseguiram ficar longe da primeira parte. O Movimento Ishin ( do qual Kenshin e Shishio estiveram juntos numa parte) reivindicou sua legitimidade através do Imperador, e restaurou para ele o trono. O Shogun podia paralisa-los um pouco, já que o governo estava uma confusão. Após ter tomado as rédeas, os oficiais Meiji estavam decididos que modernizando o Japão iriam num caminho melhor. Apesar de tudo, o Imperialismo estava correndo violentamente na Ásia, e o Japão não quis se tornar uma colônia de um nação Europeia. Então eles decidiram que o melhor caminho para competir era jogar seu jogo na suas regras. Este movimento chocou e desanimou muitos que, uma vez, sustentaram o movimento Ishin. Apesar disso, a idéia toda que estava por traz era que restaurando o Imperador estariam retornando para os tempos de glória do Japão. Mas não foi assim. O Japão, como uma nação, estava confuso. Poucos líderes políticos guiaram Japão para modernização e arrastaram a nação, esperneando e gritando, para a Era Industrial.

A Era Meiji também é marcada pela eliminação da classe samurai. Com nenhum lorde feudal a quem servir, muitos dos samurais se juntaram ao exército ou escritórios de reforço a lei local, justo como Saito fez.

Outros tentaram se tornar burocratas dentro do governo recém formado. Eles também foram proibidos de levar as espadas, coisa que eles haviam feito desde antes do Período Tokugawa. Em um dos primeiros episódios, a polícia Meiji adverteu Kenshin que era ilegal levar uma espada. Sem dúvida, desde que o lucro acabou de repente, eles se deslocaram, houve muita dissenção por causa disso. A política da Restauração Meiji são sentidas em Kenshin, mas servem de 'fundo' e tanto que são parte da história principal. Muitas das ações e do caráter das personagens são motivadas pelo que o governo Meiji ou seus oficiais fizeram a eles no passado. Kenshin não está lutando pelo Ishin, mas por ele mesmo. Ele não quer lutar com todos, e só vai agir de maneira a defender-se ou defender aqueles que protege. Ele não está interessado na força política ou lutas, que estavam numa parte de seu passado. Por enquanto ele ainda está perto daqueles que estariam com ele junto do governo Meiji e daqueles a que iria jogar sua vingança por suas ações passadas. Às vezes parece que Kenshin nunca encontraria paz no Japão Meiji. Saito tem uma história diferente. Desde seus dias como parte do Shinsengumi, ele seguiu a crença de " San Zoku An " ( " Destrua o Mal Imediatamente " ) E esta crença permitia e justificava trocar de lado após a Restauração e juntar a força da polícia Meiji. Apesar de tudo, ainda permitirá realizar sua busca pela eliminação do mal. Este ideal que antes traz a ele Kenshin como um inimigo, que mais tarde vira um aliado. Em seu caso, a política é secundária para sua particular marca de moralidade.

Quando criança, Sanosuke viu seu líder de esquadra e mentor sendo executado brutalmente por oficiais Meiji, quando seu grupo não era mais útil a eles. Como resultado, ele despreza o governo Meiji e o que ele representa. Mas Kenshin e Kaoru mudam sua mente, ele estava obssecado por vingança contra aqueles que desonraram sua esquadra e mataram seu amigo.

O personagem pessoalmente mais afetado pelo governo Meiji é, naturalmente, Shishio. Como o sucessor de Kenshin para o título de Hitokiri, foi inestimavel para eles quanto as batalhas atormentavam. Mas, após a estabilização e legitimação do governo, os líderes decidiram que Shishio sabia muito; seu conhecimento era perigoso e podia destruir o governo Meiji que ainda estava em seu início. Então eles planejaram ferir Shishio incendiando-o. Shishio foi tomado de um ódio intenso pelo governo Meiji por causa disto ( e quem não ficaria?). Ele via aqueles que estavam no poder como mentirosos que estragavam regras, mas muitos o fizeram em outros tempos, porém suas razões eram muito mais pessoais. E ele se torna condescendente para o sacrifício, e tudo para ficar com o poder que sente que merece.




Menu
multimidia
20 Imagens
3 animes novos
Hunter x Hunter
Ranma 1/2
Lodoss War
Buble Gun Crisis
info

personagens
download

2 fonts



LAND TOP







Aliados/Parceiros


anime world


anime topsites


aanimerevolution


animesfusionbr


animetotal


aliar/afiliar

Network

Kx NetWork dedicada aos sites brasileiros de animes

Virtual Network

Otaku Extreme Network